Plano de Saúde para Idosos - Um Pouco Sobre o Assunto

A terceira idade é maravilhosa, principalmente quando pode contar com um plano de saúde para idosos.

Ter um plano que cobre todas as suas necessidades é fundamental para desfrutar de saúde e estar em qualquer idade. Mas principalmente na idade mais avançada é importante contar com os cuidados necessários, sem nenhum plano de proteção à saúde.

Na hora de contratar um plano de saúde para idosos, é importante ficar de olho em alguns aspectos para quem você não pode arrepender da contratação! Continue lendo e confira as dicas.

Procure Um Plano Sem Carência

Na terceira idade a saúde é mais delicada e problemas podem surgir a qualquer minuto. Principalmente se o idoso já possui um histórico mais delicado.

O ideal é que você busque um plano de saúde que não tenha carência. Muito embora o plano de saúde possa ser usado para emergências 24 horas após ser contratado, o ideal é não arriscar.

Atualmente você encontra disponível mercado algumas opções de planos de saúde para idosos, que são especialistas em atender as coberturas que importam para essa fase da vida.

Garantindo o acesso a consultas médicas e principalmente a medicina preventiva. Visando evitar doenças e complicações daquelas que já existem.

Além disso, a cobertura dá direito a cirurgias e demais procedimentos que possam ser necessários, como internações.

Na hora de contratar, é importante ler a apólice por inteiro para avaliar se o plano cumpre o que promete.

Plano de saude Idosos

A carência não pode ser mais longa

Outro aspecto muito importante de ser lembrado é que a carência de todos os planos de saúde deve ser igual.

Isso significa dizer que, um plano de saúde contratado para uma pessoa de 20 anos com carência tem o mesmo período de carência que um plano de idoso.

O fato de ser um idoso não permite que a carência de utilização seja mais longa. Além disso, é importante lembrar que em todos os planos de saúde que foram contratados e pagos, você tem o direito de usar a emergência 24 horas após a contratação.

Portanto, o idoso não ficará sem atendimento médico emergencial mesmo se o plano tem carência.

Comparar operadoras é fundamental

Na hora de escolher o plano de saúde é fundamental que você compare as opções de coberturas entre as principais operadoras.

Compare não só a cobertura disponível como também a região em que os profissionais credenciados atendem. Observe se os hospitais próximos da casa do idoso são credenciados.

Confira a reputação da operadora de plano de saúde em sites como o Reclame Aqui. Essas são medidas essenciais na contratação de um plano de saúde para idosos ou para pessoa de outras faixas etárias.

O que ocorre em muitos casos é que as pessoas não se atentam a esses detalhes. Ocasionando total insatisfação com o resultado oferecido pelo plano contratado.

Afinal, muitas empresas são excelentes em marketing e pecam no atendimento prestado ao cliente. E isso acaba gerando grande insatisfação para quem usa o plano no dia a dia.

Antes de fechar contrato, procure sempre informações de outros clientes que já usam o plano em sua região.

Plano de Saude para Idosos14
Cuidado com empresas que atuam em todo o país

Muitas empresas de renome no mercado são excepcionais em alguns estados, no entanto, deixam a desejar em outros.

A qualidade de um plano de saúde é intimamente ligada a quantidade de profissionais credenciados que atendem por esse plano.

Se a rede de atendimento é muito pequena, isso é um problema para o usuário. Que acaba ficando refém dos médicos e precisa se encaixar nas agendas concorridas.

E quando falamos em plano de saúde para idosos, o objetivo é que o idoso tenha atendimento rápido e de qualidade. Sem precisar ficar esperando meses por uma consulta, como acontece em alguns estados.

Por isso mesmo, a dica é pesquisar se a empresa é boa na sua região. Isso fará total diferença na sua satisfação com a contratação.

Planos familiares podem ser mais em conta

Uma das dificuldades de adquirir um plano de saúde para idosos é que esses planos são mais caros. O que faz com que muitas famílias tenham dificuldade de pagar por esse tipo de plano.

Caso um dos parentes do idoso não possa incluir essa pessoa de mais idade em seu plano de saúde empresarial, cabe conversar em família e analisar a proposta de um plano familiar.

Famílias maiores em que várias pessoas aderem ao plano ao mesmo tempo conseguem descontos consideráveis. Sendo uma solução para que todos contribuam com o plano de saúde do idoso.

Para tal, basta cotar um plano de saúde familiar e encontrar aquele que tem a melhor opção para todos. Por ser um pacote, esse tipo de plano não costuma ter carência.

Além disso, a contratação em grupo ocasiona o barateamento do preço da mensalidade do plano.

Plano de Saude para Idosos12
Enfermaria ou apartamento?

Outra dica para quem deseja economizar no plano de saúde para idosos é escolher a enfermaria em caso de internação.

O preço costuma ser um dos maiores obstáculos para contratar um plano de saúde para idoso, que em geral pode custar na média de um salário mínimo.

Para reduzir o custo do plano, optar pela enfermaria é um caminho viável e que não reduz tanto o conforto do idoso em caso de internação.

Afinal, o principal objetivo é que o plano seja usado de maneira preventiva para cuidar da saúde do paciente. Evitando que procedimentos cirúrgicos e internações sejam necessárias.

Por isso mesmo, o habitual é que esse paciente passe alguns anos usando o plano sem precisar ser internado. E em geral, as internações atualmente são feitas em período muito curto de tempo.

Com o objetivo de que seja possível reduzir o risco de infecção hospitalar. Portanto, ter um plano com opção de enfermaria não é algo ruim ou tão inferior em qualidade.

Garantindo que você economize todos os meses e possa cuidar da saúde de alguém que você ama e está com mais idade.

Vale a pena contratar plano de saúde para idosos?

Sim! O plano de saúde para idosos é um cuidado e investimento na tranquilidade da família e do próprio idoso.

Em caso de qualquer comprometimento da saúde, o idoso terá o atendimento médico necessário sem precisar desembolsar nada a mais por isso.

A não ser em casos de planos de saúde coparticipativos. Que requerem o pagamento da participação em caso de uso.

Mesmo assim, o valor da coparticipação não costuma ser muito elevado. Sendo algo que irá valer a pena se o idoso faz apenas check-ups anuais.

Caso o idoso tenha a saúde mais complicada e por isso, faça visitas regulares ao médico o ideal é optar por um plano sem coparticipação.

Porque nesse caso, a coparticipação pode não representar qualquer tipo de economia mensal, gerando na verdade um custo mais elevado que o previsto inicialmente.

Portanto, a contratação de um plano de saúde não é algo assim, tão simples! O ideal é que você faça uma análise de todos os detalhes antes de realizar a aquisição do plano.

Sempre comparando e escolhendo aquele que oferece o melhor custo benefício para quem vai utilizar esse plano de saúde. Contribuindo para que esse seja um cuidado com a saúde e segurança do idoso em questão. Consulte-nos.

WhatsApp chat